“Nossa missão é contribuir para a formação de uma consciência crítica das novas gerações e melhorar a qualidade de vida das populações brasileiras, dando ao grande público uma macrovisão do país e sua gente.”

PROJETO EXPEDIÇÃO À NASCENTE DO AMAZONAS

O Instituto Paula Saldanha organizou e financiou três expedições científicas, em 1994, 2007 e 2009. Dando continuidade ao trabalho de documentação do Brasil, que foi iniciado em 1977, com o biólogo Roberto Werneck, Paula Saldanha coordenou a primeira documentação cinematográfica para TV da verdadeira nascente do maior rio do mundo, em 1994.

 

Em 2007, com a parceria de Instituições, como o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Agência Nacional de Águas (ANA/ MMA) e Instituto Geográfico Nacional (IGN), Paula trabalhou com o IPS, RWCine e Petrobras para organizar a “Expedição Científica Brasileira e Peruana”, para a colocação de marcos geodésicos e consequente oficialização do local da verdadeira origem do rio Amazonas.

 

A documentação do rio seguiu em 2009, com o documentário longa-metragem “Amazonas, o Maior Rio do Mundo - Uma Aventura da Nascente à Foz”, dirigido por Pedro Werneck. A obra registra os 7.000 quilômetros do curso do Amazonas, desde a verdadeira nascente, no Sul dos Andes peruanos, até sua foz no oceano Atlântico e teve o apoio do Instituto Paula Saldanha.